HIPERPLASIA NODULAR BENIGNA

Pequeno aumento - Lâmina 1.1
Hiperplasia Nodular Benigna

Descrição:

  1. Processo Patológico Geral: Hiperplasia
  2. Órgão ou Tecido: Próstata
  3. Diagnóstico: Hiperplasia nodular da próstata

Comentário: A hiperplasia nodular da próstata é um crescimento tumoral não neoplásico que resulta da hiperplasia do estroma e do tecido glandular em diferentes graus. O diagnóstico é feito pela presença dos nódulos hiperplásicos, que podem ser bem ou mal delimitados. A fotomicrografia revela a proliferação de glândulas, algumas cisticamente dilatadas. É possível distiguir duas camadas de células do epitélio de revestimento glandular: a interna, formada por células colunares e a externa, por células achatadas ou cuboidais.

É um achado frequente na Hiperplasia Nodular Benigna a presença de infiltrado  inflamatório linfocitário. Admite-se que seja resultante do extravasamento de secreção prostática no estroma.

 

Índice | Voltar | Médio aumento1.2