A insulina é um hormônio que promove a entrada de glicose nas células e que também atua no metabolismo de lipídeos e proteínas. Por ter sido o primeiro dos hormônios a ser purificado, cristalizado e sintetizado por técnicas de biologia molecular, a insulina é considerada como modelo de hormônio peptídico. O importante conceito de propeptídeo advém do estudo de sua síntese. Sua importância médica é fundamental, cerca de cinco por cento da população de países desenvolvidos tem diabetes mellitus, e outros cinco por cento poderão desenvolver esta doença.

Esta página tem por objetivo apresentar alguns conceitos sobre a insulina (sua estrutura molecular, sua ação no metabolismo e possíveis complicações decorrentes de sua ausência ou mal funcionamento no organismo).