Síndrome da Morte Súbita Intantil - SMSI

A síndrome da morte súbita infantil (SMSI) é a morte abrupta e repentina de um bebê que permanece sem explicação mesmo após investigação e autópsia completas. Também conhecida como morte do berço, pois acontece enquanto o bebê está cochilando ou dormindo à noite, a síndrome da morte súbita infantil é a maior causa de morte entre os bebês. Ela ocorre mais freqüentemente nos primeiros quatro meses de vida, em geral no outono, inverno e no início da primavera.

O que causa a SMSI?

Ninguém sabe a causa ou causas da SMSI. Médicos e pesquisadores descobriram que não é apenas um fator e sim uma combinação de fatores. Dentre esses fatores pode estar um defeito anatômico do cérebro, uma anomalia do sistema imunológico, um distúrbio metabólico ou uma irregularidade do batimento cardíaco. A hipótese é de que quando o bebê, com qualquer um desses problemas, enfrenta um desafio, como dormir de bruços e respirar muito dióxido de carbono, inalar a fumaça de cigarro, pegar uma infecção respiratória ou ficar superaquecido, ele apresenta uma maior chance de ser vítima da morte súbita. Há indícios também de que essa síndrome esteja relacionada com a síndrome da apnéia do sono.
    Veja uma análise mais detalhada das mais recentes teorias e pesquisas:

  • Um defeito do cérebro: Crescem as evidências que indicam que alguns bebês vítimas da SMSI apresentavam anomalia ou imaturidade do tronco cerebral, que controla a respiração e o despertar durante o sono. Normalmente, o bebê pode pressentir um problema, como por exemplo ar impuro ou excesso de dióxido de carbono, mas pode não ter esse mecanismo de proteção se tiver essa irregularidade cerebral;
  • Um defeito no sistema imunológico: As pesquisas mostraram que o sistema imunológico de alguns bebês com SMSI gerava mais glóbulos brancos e proteínas do que o normal. Algumas dessas proteínas podem interagir com o cérebro de modo a alterar a freqüência cardíaca e respiração durante o sono, ou colocar o bebê em sono profundo;
  • Distúrbio metabólico: Os bebês que nascem com certos distúrbios metabólicos podem ser mais vulneráveis à SMSI. Por exemplo, se eles não têm uma enzima específica (a acil-CoA desidrogenase de cadeia média), eles podem não processar os ácidos graxos de maneira adequada. Um possível acúmulo desses ácidos poderia deflagrar uma interrupção rápida e fatal da respiração e função cardíaca.

Segundo o National Institute of Child Health and Human Development, os bebês de raça negra são cerca de duas vezes e meia mais suscetíveis à SMSI do que os bebês da raça branca, e os bebês dos índios norte-americanos são cerca de três vezes mais suscetível que os bebês da raça branca. A incidência da SMSI é menor entre os bebês hispânicos e asiáticos.

Fatores que favorecem a SMSI:
  • dormir de bruços.;
  • dormir sobre colchões macios;
  • um irmão já morreu em razão da SMSI;
  • estiver muito agasalhado ou dormir em um ambiente superaquecido.;
  • for um bebê prematuro ou de baixo peso;
  • for exposto a fumaça de cigarro (fumante passivo);
  • a mãe fumou ou usou drogas durante a gravidez;
  • a mãe nunca fez o pré-natal;
  • a mãe for adolescente.

Estratégias para minimizar o risco para a síndrome da morte súbita.

  • Regime pré-natal: É importante que a mãe faça o acompanhamento pré-natal, compareça às consultas periódicas e tenha uma boa alimentação. Ela não deve usar drogas nem ingerir bebidas alcoólicas.
  • A cama: o colchão do berço deve ser firme para que o bebê não afunde. Cobertores muito fofos, mantas grossas ou cachecóis no bebê não devem ser usados, e qualquer brinquedo de pelúcia ou travesseiro deve ser retirado de perto dele.
  • Posição: o bebê deve dormir sempre de costas. Para que ele não saia da posição, pode-se envolvê-lo em um cobertor com as mãos para cima e perto da boca, para que possa se tocar.
  • Temperatura: O quarto do bebê não deve estar muito quente. A temperatura deve estar agradável e o bebê não deve estar muito agasalhado para dormir.
  • Consultas periódicas: o bebê teve ir à consultas médicas periódicas e as vacinas devem estar sempre em dia.
  • Ar puro: Nunca fumar perto ou no quarto do bebê.
  • Amamentação: Dar o leite materno se possível, assim a vida dele começará forte e saudável.
  • Hora de ficar de barriga para baixo (com supervisão): Incentivar o bebê a ficar de barriga para baixo quando ele estiver acordado, assim ele fortalecerá os músculos dos braços e ombros. Ele pode ser colocado no chão sobre um cobertor ou em um cercadinho com brinquedos que despertem seu interesse.