DIAGNÓSTICO

 

            O diagnóstico da hipertensão arterial é basicamente estabelecido pelo encontro dos níveis tensionais permanentemente elevados acima dos limites de normalidade, quando a pressão arterial é determinada por métodos e condições apropriadas. Portanto, a medida da pressão arterial é o elemento chave para o estabelecimento do diagnóstico da hipertensão arterial.

            Há três formas de aferir a pressão arterial:

 

·        Medida Indireta da Pressão Arterial

 

A medida da pressão arterial, pela sua importância, deve ser estimulada e realizada, em toda a aavaliação de saúde, por médicos de todas as especialidades e demais profissionais da área da saúde.

 

O esfigmomanômetro é o aparelho ideal para essas medidas, entretanto ele deve ser periodicamente testado e calibrado. O paciente deve ficar sentado, em ambiente calmo com temperatura agradável e não deve estar com a bexiga cheia, nem ter praticado exercícios, nem ter ingerido bebidas alcóolicas ou café, ou ter fumado até 30 minutos antes das medidas. O paciente não deve falar durante o procedimento. Após o registro das medidas, o paciente deve ser informado sobre os valores de pressão arterial e a possível necessidade de acompanhamento.

Em cada consulta, deverão ser realizadas no mínimo duas medidas, com intervalos de 1 a 2 minutos. As medições na primeira avaliação na primeira avaliação devem ser obtidas em ambos os membros superiores. As posições recomendadas na rotina para a medida de pressão arterial são sentada e/ou deitada. De acordo com a situação clínica, recomenda-se que as medidas devam ser repetidas em pelo menos duas ou mais visitas. Nos indivíduos idosos, a pressão arterial também deve ser medida em pé (posição ortostática)

 

·        Medida Ambulatorial da Pressão Arterial (MAPA)

 

A MAPA é um método automático de medida indireta da pressão arterial durante 24 horas, enquanto o paciente realiza suas atividades rotineiras, inclusive durante o sono.

É importante ressaltar que ainda não existe evidência de que esse método deva ser empregado na avaliação rotineira do paciente hipertenso, não substituindo portanto, a avaliação clínica do paciente e a medida da pressão arterial de consultório.

 

·        Medida Domiciliar e Automedida da Pressão Arterial

 

Os aparelhos eletrônicos devidamente validados e calibrados são os mais indicados para a medida da pressão arterial domiciliar. Os aparelhos de medida de pressão arterial no dedo não são recomendados.

Esses procedimentos são úteis para:

·        Identificar a hipertensão do avental branco ( de consultório isolada);

·        Avaliar a eficácia da terapêutica anti-hipertensiva;

·        Reduzir custos.

Apesar de ainda não existir consenso quanto aos valores de normalidade para a medida da pressão arterial domiciliar, considera-se valores normais até 135/85mmHg.

 

 

CLASSIFICAÇÃO DA PRESSÃO ARTERIAL EM ADULTOS E A RECOMENDAÇÃO DE SEGUIMENTO

 

PRESSÃO SISTÓLICA

PRESSÃO DIASTÓLICA

CLASSIFICAÇÃO

SEGUIMENTO

< 130

< 85

normal

reavaliar em 01 ano

130 a 139

85 a 89

normal - limítrofe

reavaliar em 06 meses

140 a 159

90 a 99

hipertensão leve

confirmar em 02 meses

160 a 179

100 a 109

hipertensão moderada

confirmar em 01 mês

> ou = 180

> ou = 110

hipertensão grave

imediato

> ou = 140

> 90

hipertensão sistólica

confirmar em 02 meses

 

 

 

O QUE SIGNIFICAM OS NÚMEROS DE UMA MEDIDA DE PRESSÃO ARTERIAL?

 

Significam uma medida de pressão calibrada em milímetros de mercúrio (mmHg). O primeiro número, ou o de maior valor, é chamado de sistólico, e corresponde à pressão da artéria no momento em que o sangue foi bombeado pelo coração. O segundo número, ou o de menor valor é chamado de diastólico, e corresponde à pressão na mesma artéria, no momento em que o coração está relaxado após uma contração. Não existe uma combinação precisa de medidas para se dizer qual é a pressão normal, mas em termos gerais, diz-se que o valor de 120/80 mmHg é o valor considerado ideal. Contudo, medidas até 140 mmHg para a pressão sistólica, e 90 mmHg para a diastólica, podem ser aceitas como normais. O local mais comum de verificação da pressão arterial é no braço, usando como ponto de ausculta a artéria braquial. O equipamento usado é o esfigmomanômetro ou tensiômetro, vulgarmente chamado de manguito, e para auscultar os batimentos, usa-se o estetoscópio. A técnica de verificação da pressão arterial não será fornecida aqui.

 

Aconselhamos que você não tome como base as medidas decorrentes de verificações feitas por pessoas leigas. É melhor procurar sempre um serviço médico credenciado no qual você confie.

 

TABELA DE VALORES MÉDIOS NORMAIS DE PRESSÃO ARTERIAL

 

IDADE EM ANOS

PRESSÃO ARTERIAL EM MMHG

4

85/60

6

95/62

10

100/65

12

108/67

16

118/75

Adulto

120/80

Idoso

140-160/90-100

 

 

 

 

Home  O que é PA?  O que é HAS?  Diagnóstico  Complicações  Tratamento  Links  Autores